HISTORIA DE VILA FLOR/RN

 
HISTORICO

Era inicio do século XVI, e um território começou a ser colonizado com a implantação da aldeia de Gramacio que constava apenas de uma légua quadrada de terras destinadas a um aldeamento indígena, sob a responsabilidade do padre Jesuíta André do Sacramento.

No período de 1743 a 1745 foi construída Casa de Câmara e cadeia, importante prédio publico, e edificada a histórica Igreja de Nossa Senhora de Desterro.

Em 1755, a aldeia de Gramacio foi elevada a condição de vila, passando a se chamar Vila Flor. O nome foi colocado em homenagem a um distrito de Bragança em Portugal. Nas diretrizes estabelecidas pela Carta Regia de 3 de maio de 1755, estava ordenado que os aldeamentos indígenas que se transformassem em vila passariam a ter nomes de comunas portuguesas.

A instalação da nova vila foi feita apenas no ano de 1769 pelo Dr. Miguel Carlos Caldeira Castelo Branco. Nesta época Vila Flor já apresentava um bom nível de desenvolvimento econômico, motivo pela força da agricultura e destacando-se na produção de cana-de-açúcar.

Foi no ano de 1858 que ocorreu a expulsão injustificada dos missionários jesuítas e a transferência da sede da localidade para o povoado de Uruá, que foi elevado à categoria de vila, tornando-se em seguida, município de Canguaretama.

No ano de 1940 o povoado passou a se chamar Flor, só voltando ao nome em 31 de dezembro de 1963, através da Lei n° 3.052, desmembrando-se de Canguaretama e tornando-se município do Rio Grande do Norte com seu antigo nome, Vila Flor.

VILA FLOR E SUAS CARACTERÍSTICAS GEOGRAFICAS

O município de Vila Flor está situado na microrregião Litoral Sul, que faz parte da mesorregião Leste Potiguar. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a área territorial do município de Vila Flor é de 44 km; o IBGE calcula em 47,656 km; e o IDEMA (instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do RN) calcula a área em 47,66 km, que é o equivalente a 0,08% da superfície do Rio Grande do Norte.

Vila Flor faz fronteira com apenas dois municípios: limita-se com o município de Tibau do Sul, ao norte, e Canguaretama, ao Sul, leste e oeste. A sede do município está a 40 metros de altitude em relação ao mar e situa-se nas coordenadas geográficas 06°18’50,4” de latitude Sul e 35°04’37,2” de longitude Oeste. O acesso à capital é feito pela rodovia RN-269 que se liga à BR-101, pelo município de Canguaretama, num percurso aproximado 90 km.